Gastronomia,  Minha Itália,  Segundo Prato

Trippa alla Romana a Dobradinha Italiana

Não sei se contei para vocês mas sou casada da 16 anos com um romano,mas as vezes penso,penso não tenho certeza que meu marido nasceu na nação errada,alias nos dois,porque eu sou apaixonada pela culinária italiana e meu esposo tenho certeza que era um “Homem de Neandertal” porque a alimentação do homem de neandertal era 85% de carne e os outros 15% de vegetais e está e a alimentação do meu esposo.Por incrível que pareça meu esposo não gosta da culinária romana.
Eu como uma “buona forchetta”(boa de garfo) expressão usada acho que por toda a parte do mundo,como tudo,só tem um alimento que não como.
Penso que uma pessoa pode dizer que não gosta de um alimento a partir do momento que experimentou o alimento e realmente não gostou,mais não pelo aspecto do alimento,é de comer eu estou experimentando e falando sobre isso tem somente um alimento que não consigo comer o grão sarraceno,já tentei, fiz até bolo mais não consegui o sabor de petróleo me embrulha o estômago.
Mas voltando a Trippa Romana a famosa Trippa é muito parecida com a nossa dobradinha,só que tenho que ser sincera a Trippa alla Romana e bem mais saborosa e não degustamos como a nossa dobradinha com arroz e salada, aqui é um segundo prato.
A trippa é um prato encontrado em todas trataria de Roma principalmente as que ficam nos bairros Trastevere e Testaccio é um prato muito antigo da culinária tradicional romana da culinária pobre que com a evolução gastronomia ao longo dos anos se transformou em um prato nobre e muito procurado.
Era um alimento consumido pelas pessoas mais humildes,porque para o seu preparo se usa a parte menos valiosa do boi,como todos os miúdos apenas por pessoas menos abastadas.
A Trippa Romana é um prato preparado com ingredientes que deixam um sabor inesquecível,os dois ingredientes que dão este sabor especial são a menta romana e o pecorino romano.
Assim como a legéndaria Elena Fabrizi(In Memoria) conhecida como Sora Lella atriz romana muito conhecida e irmã do famoso(In Memoria) ator romano Aldo Fabrizi, que foi proprietária do restaurante que leva o seu nome Sora Lella que por sinal posso garantir se come divinamente,tem a melhor receita da tripla de Roma.
Tradicionalmente a trippa(dobradinha,bucho e etc) é comido durante o almoço de sábado tanto que até hoje nos restaurantes de Trastevere você pode ler “Sábado Tripppa
Espero que com a vossa visita em Roma não esqueçam de ir o restaurante Sora Lella degustar essa especialidade romana,preparem as vossas malas mas antes que tentem fazer em casa essa maravilha.
Mas vamos deixar de papo e vamos a receita:

Igredientes:
1 kg dobradinha
500 g molho de tomate
70 ml de azeite virgem extra
1 dente de alho
1 cebola dourada
1 cenoura
1 aipo
150 g de pecorino romano
meio copo de vinho branco seco
4/5 folhas de hortelã romana
3 cravos (opcional)
3 pitadas de sal
Pimenta fresca
1 copo de água

Modo de preparar:
A tripa que você encontra no açougue ou nos supermercados geralmente já está limpa e sem valor,ferva por 10 a 15 minutos para desengordurá-la melhor,depois enxágüe e corte em tiras,você pode usar uma tesoura.
Em uma panela, despeje o óleo o dente de alho,a cebola em fatias finas a cenoura limpa e cortada em rodelas e o aipo picado e a pimenta e refogar,assim que os ingredientes estiverem refogado colocar a tripa.
Em seguida acrescentar o cravo,a hortelã e 100 g de pecorino romano,misture bem com uma colher de pau e cozinhe em fogo baixo por cerca de 20 minutos,a tripa deve dar sabor e secar a água que ela retirará,então verifique e misture de vez em quando,também para evitar que queime e grude na panela.
Assim que estiver levemente dourado,adicionar o vinho branco,depois deixe evaporar até não sentir mais o cheiro do vinho.
Adicione o molho de tomates,misture e cozinhe por dez minutos com a tampa,para dar sabor a tudo.
Despeje um copo de água,tampe novamente e termine de cozinhar,mexendo de vez em quando,deixar cozinhar por uma hora,ou pelo menos até provar a tripa que deve ser cozida e estar bem macia.
No final do cozimento,colocar a trippa no prato servir quente com o pecorino romano(queijo pecorino) e uma folha de hortelã para a decoração e não se esqueça do pão para o depois limpar o prato,como dizemos aqui para fazer “a scarpetta”.
Tenho certeza que depois de comer esse prato Roma não sairá da vossa cabeça.

2 Comentários

  • felix marinho

    Olá, a receita que você está compartilhando conosco está incompleta. Está faltando a menta romana e o pecorino romano, que você mesma cita em seus comentários feitos sobre a Trippa alla Romana. E se está faltando ingredientes, me pergunto se a receita original, realmente é essa.
    Me desculpe a franqueza.

    • Sheila

      Olá,desde já agradeço a tua mensagem,você leu bem a receita?Se quiser ver o modo que eu preparei te convido a ver nos meus destaques do Instagram.
      Espero que você goste,além da receita da Trippa ainda tenho outras receitas romanas.
      Um ótimo domingo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: