Cidades Italianas

Milão a cidade da Moda,Arte e Cultura

Mediolanum em latin,Milano em italiano e Milão em português,quando se fala de Milão a primeira coisa que se pensa é no mundo da moda e glamour,mas o que poucos sabem é que Milão é uma cidade ampla no que se refere a cultura e a arte.
Mas antes de falar de Milão vamos conhecer a sua história.
Milão foi fundada pelos Galli Insubri no início do século IV aC, tornou-se Mediolanum sob o domínio dos romanos a partir do século III a.C
“Mediolanum” é a forma latina de um nome celta que parece significar “lugar do meio” conquistada pelas legiões romanas em 222 a.C,Mediolanum tentou se rebelar,aliando-se alguns anos depois a Cartago,inimigo de Roma.
Mas os romanos venceram e,no final do século I d.C Milão tornou-se parte integrante dos domínios romanos.
Existem poucos vestígios da era romana na cidade,como as Colunas de San Lorenzo,que permanecem na Via Circo, sob a Bolsa de Valores,no Monastero Maggiore.

Colonna di San Lorenzo(Colunas de São Lorenzo)

Com a divisão administrativa do Império Romano, Milão se tornou a capital de sua parte ocidental (292) e foi um centro de grande importância para a religião cristã, como atestado por muitas igrejas milanesas como:
Sant’Ambrogio
Santo ambrogio

Sant’Eustorgio

San Lorenzo de origem cristão primitivo.

Após a reforma de agosto,Milão foi eleita capital da Transpadana e mais tarde no final da antiguidade a cidade ganhou fama graças a Diocleciano, que a escolheu como residência do imperador César de Costanzo Ocidental Cloro e a Ambrogio,que lhe deu autoridade graças a sua episcopado de prestígio (374-397)
Tornou-se a capital do Ducado de Milão,consolidando sua importância histórica.No final do século XV o rei da França Luís XII conquistou o ducado e em meados do século, os franceses foram substituídos pelos espanhóis que reinaram sobre Milão até o início do século XVIII.
Depois vieram os austríacos que dominaram (exceto o período napoleônico) até os “Cinco Dias de Milão” de 1848, que viram a expulsão dos austríacos
Em 1859, Milão tornou-se parte dos domínios da Casa da Sabóia e a partir de 1861 do Reino da Itália.
Em 1919,foi em Milão que o movimento fascista foi fundado, que viu poucos oponentes,se não grupos de intelectuais e trabalhadores.
Evidências de Fascismo em Milão podem ser vistas na Estação Central de Milão

no Palazzo di Giustizia

Trienal de Milão

Milão sofreu danos consideráveis com os bombardeios da Segunda Guerra Mundial,muitos monumentos foram danificados e alguns foram completamente destruídos.
O desenvolvimento econômico e comercial começou em 1946,levando Milão a ser o ponto principal da atividade financeira e econômica da Itália

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: