Festas Italianas,  Minha Itália,  Minha vida em Roma

A Befana(Epifania) a Festa das Crianças

Dia 6 de janeiro aqui na Itália se comemora “A Befana“(Epifania) a última festa onde termina o ciclo das festas de fim de ano e das férias.
Dia seis é comemorado o dia de Reis,que segundo a tradição cristã seria o dia em que os reis magos do oriente visitam o recém-nascido Jesus levando presentes ao pequeno ouro,incenso e mirra.
Na tradição cristã, a história da Epifania está intimamente ligada à dos Três Reis.

Diz a lenda que em uma noite muito fria de inverno,Belchior,Gaspar e Baltazar,na longa jornada para chegar a Belém do Menino Jesus,incapaz de encontrar o caminho,pediram informações a uma velhinha que lhes mostrou o caminho.
Os Três Reis Magos convidaram a mulher para se juntar a eles mas,apesar da insistência a velha recusou.
Depois que os três reis se foram ela se arrependeu de não tê-los seguido e em seguida preparou um saco cheio de doces e começou a procurá-los,mas sem sucesso.
A velhinha portanto,começou a bater em todas as portas doando a cada criança que conheceu doces, na esperança de que um deles fosse apenas o Menino Jesus.
Originalmente a Epifania é o símbolo do ano passado,um ano como a própria Epifania(velho).
Os presentes que a velhinha tráz são símbolos de boa sorte para o ano que começaria.

A historia da Epifania
A história da Epifania começa nas brumas do tempo e descende das tradições mágicas pré-cristãs. O termo “Epifania” deriva do grego ,”aparição,manifestação”. A Epifnia é comemorado, e assim términa o período de férias de Natal.
O Epifania é representada na imaginação coletiva, por uma velinha de nariz comprido com uma verruga e queixo afiado, que viaja em uma vassoura por toda parte, traz presentes para todas as crianças.
Na noite entre 5 e 6 de janeiro, de fato, sob o peso de um saco repleto de brinquedos, chocolates e balas (no fundo dos quais nunca há sequer uma boa dose de cinzas e carvão), o Befana voa sobre os telhados e, descendo das chaminés, ele enche as meias deixadas penduradas pelas crianças
As crianças por sua vez, preparam-se para a boa velhinha, em um prato, uma tangerina ou uma laranja e um copo de vinho.
Na manhã seguinte, além de presentes e carvão para quem é desobediente, as crianças encontrarão a refeição e a impressão da mão da Epifania nas cinzas espalhadas no prato.
Como a famosa canção de ninar diz: “O Epifania vem à noite com os sapatos furados com o chapéu romano e viva o Epifania viva!”, O Befana usa uma saia larga e escura, um avental com bolsos, um xale, um lenço ou um chapéu na cabeça, tudo animado por numerosas manchas coloridas e a sai vassoura mágica.
Um momento mágico para adultos e crianças que ao amanhecer esperam ansiosos achar suas meias recheadas de guloseimas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: