Doces,  Minha Itália

Maritozzo con Panna o doce Típico Romano

Me stai de fronte, lucido e’mbiancado,la panna te percorre tutto in mezzo, co’n sacco de saliva nella gola, te guardo ‘mbambolato e con amore.Mi fai salì er colesterolo a mille, lo dice quell’assillo d’er dottoressa te dirò, mio caro maritozzo, te mozzico, poi pago er giusto prezzo!(Ignazio Sifone,Ode ar Maritozzo,Garbatella 1964)

Você está na minha frente, brilhante e branqueadas com o creme que passa por todo o maritozzo,com a boca e a garganta cheia d’agua eu olhei e fiquei hipnotizado de amor.O doutor me dice que se degusto o colesterol vai a mil, mas meu amado maritozzo eu te mordo é depois pago o preço por te degustar!(Ignazio Sifone,Honra ao Maritozzo,Garbatella(bairro típico romanos)1964)

Este foi um verso de uma poesia que Ignazio proclamou em dialeto romano ao tão amado doce romano o “Maritozzo”
O que é o Maritozzo?? O maritozzo é um pão doce feito de uma massa muito macia cortada na metade e enchido de creme.
O maritozzo tem varias versões o tradicional e com o crememos também tem o quarezimal com uvas secas e pinhões, coberto com chocolate tem também os salgados com burrata(creme de mussarela),tomates,pesto e bacalhau.
Mas hoje em dia também fizeram veganos e glutine free, assim fazendo contente todosos gostos.
A história do Maritozzo vem dos tempos romanos, existiam pãezinhos adocicado com mel e uvas secas era degustado no período da Quaresma período que se fazia jogos apelativos para “Er Santo Maritozzo”naquele período este era o único pecado de gula.
Muitas são as lendas e histórias que fazem referimento ao maritozzo uma delas que eu amo é que na primeira sexta-feira do mês de março os namorados escondessem ao interno um anel para pedir a mão da amada e futura esposa em casamento, no maritozzo vinha desenhado dois corações ou dois anões que se abraçavam.
O poeta Romano Gioacchino Belli(o meu preferido) nos seus poemas descreveu com grande honra o doce romano.
Mês de Março é o mês do Maritozzo,quando vierem a Roma não se esqueçam de degustar esse maravilhoso “pecado de Gula”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: