Gastronomia

Cacio e Pepe o macarrão para os amantes da pimenta do reino

Cacio e Pepe em Roma é uma instituição. É como o Coliseu, o terraço do Pincio, um soneto de Belli. Abrange todas as pessoas comuns de uma cidade dedicada à grandeza e majestade, mas que nunca esquece a simplicidade de seus bairros, a genuinidade de suas ruas desordenadas.Como todas as coisas romanas,Cacio e Pepe também vive em controvérsias e interpretações. Tonnarelli, rigatoni, espaguete ou melhor, penne. Existem dezenas e dezenas de versões, abertamente revisadas ou ditas como sendo as originais, que podem ser encontradas na cidade. Todos, no entanto, têm uma coisa em comum é o “mejo”(melhor)que você pode comer em Roma.

A história é “burina”
A história deste prato, símbolo do mundo romano, nasce entre as pastagens durante a transumância. Durante os longos movimentos do rebanho, os pastores romanos enchiam a mochila com alimentos calóricos e de longa vida. Entre os tomates secos e a bochecha de porco seca, também encontraram espaço para algumas fatias de queijo pecorino, um saco de pimenta preta e uma boa quantidade de espaguete seco, preparado à mão com água, sal e farinha. Há uma razão para esses alimentos serem os três últimos alimentos. A pimenta preta estimula diretamente os receptores de calor e ajuda os pastores a se proteger do frio, o pecorino temperado é preservado por um longo tempo e a massa garante a quantidade certa de carboidratos e calorias. Este prato, que ao longo dos anos se espalhou do campo de Lazio para as montanhas Abruzzese e Umbria, tomou pouco para dar o salto e transformar-se de uma refeição frugal para um prato típico de tabernas romanas. Segundo a tradição, os anfitriões da época tiveram o cuidado de servir um Cacio e pepe “seco” para favorecer os negócios. O prato, na verdade, tinha que “ligar”, como se diz em Romanesco,para que os clientes precisassem de vinho para engolir o macarrão, então mais cacio e pepe comiam mais vinho que bebiam.
Esse macarrão é para os fortes nem todos conseguem degustar esta delicia da culinária romana so realmente ama a pimenta do reino vai se apaixonar por este prato cheio de caráter.
Penso que o Cacio e Pepe seja um dos macarrões mais fácil de preparar da culinária italiana porque para o seu preparo o ingrediente principal e a pimenta do reino e o queijo pecorino romano
Para não deixar vocês com agua na boca vamos a receita

Igredientes:
350 gr de espaguete
Pimenta do reino(eu uso uma colher de chá)
1 colher de sopa de manteiga
300 gr de pecorino romano

Para preparar o espaguete com pecorino e pimenta do reino, em primeiro lugar ralar 300 g de Pecorino.
Em uma panela colocar a água para ferver (coloque a metade da água que você costuma usar para cozinhar o macarrão), assim o macarrão vai ser mais rico em amido e quando ferve você pode salgá-lo a gosto.
Uma vez salgada, e quando começar a borbulhar colocar os espaguetes, o cozimento do espaguete é 9 minutos mas você ira tira-lo do fogo quando fizer 7 minutos.
Enquanto isso, colocar em uma panela grande e antiaderente a metade da pimenta do reino com uma colher de sopa de manteiga, assim que começar a ferver colocar uma concha da água a qual você cozinhou o macarrão, quando começar a ficar um molho colocar a pasta e metade do pecorino e mexer bem até amalgamar todos os ingredientes em seguida colocar a outra metade da pimenta e do pecorino.
Comer quente com uma maravilhoso um ótimo vinho para degustar com o espaguete Cacio e Pepe é:Toscana Rosso IGT “Le Volte dell’Ornellaia” 2017 – Ornellaia Um ótimo vinho Toscano de um grande caráter.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: