Curiosidades de Roma

Canhão do Janiculum uma atração da tradição Romana.

Um dos usos dos romanos que faz parte do cotidiano e da tradição romano é o disparo do canhão do Janiculum.O Janiculum é uma colina romana, com vista para a margem direita do rio Tibre e cuja altura máxima é de 88 metros. Não faz parte das sete colinas tradicionais(sobre as sete colinas falarei em um outro post).A encosta oriental desce em direção ao rio e na base está o bairro histórico de Trastevere onde meu esposo nasceu e viveu os primeiros anos da infância,enquanto o oeste,a parte mais antiga do moderno bairro de Monteverde onde meu esposo cresceu vivendo da adolescência a idade adulta e o bairro onde ainda mora meus sogros.Um dos bairros mais lindo de Roma,sempre digo que minha sobra é privilegiada porque do terraço da minha sogra se vê toda Roma,toda vez que vou visita-la amo tomar uma taça de vinho vendo aquele maravilhoso panorama.Juntamente com Monte Mario e o Pincio,é um dos locais mais panorâmicos da cidade,com vista para o leste dos bairros vizinhos e do centro histórico com os principais monumentos arquitetônicos da cidade até as colinas do Colli Albani,Tiburtini,Prenestini e os principal pico do Apeninos centro-oeste (Terminillo, Velino, Monti Simbruini).No sudoeste da colina é Villa Doria Pamphili, enquanto em suas encostas orientais é o Jardim Botânico de Roma, a prisão Regina Coeli ao sul do bairro Trastevere.Lembro quando nos almoços de família Zoo Giorgio um romano Doc lia suas lindas poesias e uma que eu sempre amei era sobre o Janiculum e a prisão de Regina Coeli,porque antigamente as famílias dos presidiários subiam a colina do Janiculum para falar com os presidiários entre gritos e confissões pela colina o presidiário sabia o que se passava fora da cadeia.
Mas voltando ao canhão a sua historia muito interessante ,no topo (praticamente abaixo da estatua de Garabildi)em 24 janeiro de 1904 deu o seu primeiro disparo ao meio-dia,pontualmente todos um dias sendo um lindo espetáculo turístico.
Nos fins de semana que a cidade é tranquila e que não se sente apoluição sonora de todo o trânsito de Roma o barulho do disparo do canhão pode ser ouvido até o bairro Esquilino.
O disparo foi introduzido pelo papa Pio IX em 1847 para dar como referência aos padrões aos sinos das igrejas de Roma o canhão antes estava a Castelo Santo Angelo e foi transferido em 1903 para Monte Mario por alguns meses para depois ser transferido definitivamente no no dia 24 de janeiro de 1904 para o Janiculum.
O uso não foi interrompido pela Unificação da Itália,mas sim pela guerra, durante o período das guerras o canhão ficou inativo.Em 1959 para a ocasião do 2712° da cidade de Roma o canhão foi restaurado e virou um espetáculo tradicional único.
Atualmente o canhão Obus 105/22 modelo 14/61 é usado no espetáculo pelo exército italiano.
Quando vieres a Roma não esquecerem de ver esta maravilhosa atração da tradição romana.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: