Emergência Coronavirus,  Minha Itália,  Minha vida em Roma

Toque de Recolher,Se em 7 dias não abaixar os contágios Itália entrará em um novo Locdown

Toque de recolher,o governo está pronto para fechar.A curva de contágio continua subindo e portanto,e o governo está lutando contra o tempo para proteger o pais de um novo lockdown.O primeiro-ministro Giuseppe Conte gostaria de esperar até a próxima semana para avaliar os efeitos das regras recentemente introduzidas antes de adotar novas medidas,mas os números apurados nas últimas horas aumentaram a pressão de quem já pressionou pelo golpe duro no domingo passado com um novo DPCM.
Portanto,não se pode excluir que mais um DPCM possa mesmo ser pronunciado amanhã,domingo, 25 de outubro,apenas 7 dias após o que ainda está em vigor.

No entanto o executivo fazem questão de esclarecer que o bloqueio ainda não faz parte do lockdown,se em uma hipóteses não conseguimos enfrentar a segunda onda do coronavírus,enquanto a isso desde ontem o governo decretou um toque de recolher reforçado tudo fechado das 23:00 as 05:00 da manhã.

Vários governadores locais já realizaram a medida,que a partir de segunda-feira poderá ser estendida a todo o território nacional.Aqui em Roma o toque de recolher começou ontem.

As medidas do novo DPCM

Conforme noticiado pelo jornal Corriere della Sera,hoje o primeiro-ministro estã pensando em reunir os chefes de delegação dos partidos majoritários para compartilhar as novas restrições,lõgico tudo isso depois de um novo confronto com as Regiões.

Mas quais seriam as notícias que viriam? O toque de recolher certamente está provocando maiores tensões,por um lado,os cientistas argumentam que devem intervir com a paralisação das atividades e do trânsito às 21h (ou mesmo às 20h)por outro lado,alguns ministros pedem que salvaguardem as atividade de alimentação e consideram drástica demais a hipótese de mantér os italianos em casa à noite.
A possibilidade de adiar o toque de recolher para as 22h também será discutida.

O governo também está pensando em fechar nos finais de semana,os shoppings que é quase certo para evitar aglomerações.Espera-se que as lojas de varejo permaneçam abertas,mas o problema central é o transporte público. Bares e restaurantes também estão na mira,cujo fechamento pode ser previsto para as 18:00 sendo um grande problema para a econômia italiana. Será possível continuar fazendo jogging e atividades físicas, mas o governo está pensando em fechar as academias,piscinas e clubes esportivos.

Salões de beleza e cabeleireiros,devem permanecer abertos,prevendo o fechamento imediato em detrimento de quem não cumprir os protocolos anti-Covid.

Por isso é muito importante respeitar as ordens que o governo assim estaremos salvando a nossa saúde e a do nosso próximo e a econônmia italiana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: